A queilite actínica é o termo utilizado para descrever alterações semelhantes às que ocorrem na queratose actínica, porém quando essas alterações acontecem no lábio, geralmente inferior, dos indivíduos muito expostos ao sol.

Essa lesão se manifesta pela presença de eritema difuso, ou vermelhidão, na região do lábio, com áreas cobertas por finas escamas. Outra forma de apresentação da queilite actínica é a leucoplasia, que representa uma área mais pálida, clara, atrofiada (fina) no lábio inferior, associado a discreta presença de escamas.

Muitas vezes é necessário realização de biópsia para se excluir a presença de um carcinoma espinocelular já associado à queilite actínica.

A queilite actínica deve ser sempre tratada, pelo risco de evoluir para um carcinoma.

Ver mais informações em Carcinoma Espinocelular.


Voltar