A fototerapia do tipo UVB utiliza a radiação ultravioleta B para produzir uma série de efeitos na pele, que tem propriedades de tratar diversas doenças, sem necessidade do uso de substâncias fotossensibilizantes, conhecidas como psoralenos, utilizadas na fototerapia do tipo PUVA.

O comprimento de onda da radiação UVB situa-se entre 290nm e 320nm, e é utilizado desde a década de 70 como tratamento dermatológico.

Por volta dos anos 80, foram desenvolvidos equipamentos capazes de emitir um espectro mais estreito dessa radiação, situada entre 311nm e 313nm.

Esse espectro tem maior capacidade de tratar as lesões dermatológicas, e a partir dessa descoberta, melhores resultados terapêuticos tem sido obtido com a fototerapia conhecida como UVB-Narrow Band.


Voltar